Agronegócio atrai cada vez mais as gigantes da TI

Gerenciar o alimento da fazenda à mesa, executando processos de negócios essenciais ao longo de toda a cadeia de valor do agronegócio de modo mais eficiente é o slogan da SAP para suas soluções focadas no agronegócio. Como informa Rafael Okuda, diretor de Vendas para Agronegócio da SAP Brasil, há cinco anos a companhia separou o agro do setor de bens de consumo e passou a das foco em soluções para propriedades agrícolas e ERP, que atende todas as atividades de ponta a ponta, incluindo mão de obra, consumo de fertilizantes, entre outros itens, além de consolidar informações de parceiros.

Nesse contexto, o principal ganho citado por Okuda tem relação com o “levar a informação da ponta até o centro de distribuição em tempo real, considerando quatro dimensões fundamentais: produção, cadeia de suprimentos e infraestrutura, corporativo e consumidor, pois o comportamento de compra afeta cada elo dessa cadeia”.

Os pilares relacionados a cadeia de suprimentos e logística – garante o diretor da SAP – despertam cada vez mais interesse do mercado, inclusive porque “possibilita aumento de eficiência tanto no tocante à escalabilidade da produção, quanto no rendimento de insumos”.

O número de clientes no setor e os casos de sucesso comprovam as informações de Okuda: “Entre os clientes a SAP tem as 60 maiores empresas do agronegócio, em grãos, sucroenergético, suco de laranja e proteína animal. Além disso, 75% são cliente da SAP com ERP”.

Um dos casos emblemáticos da SAP é com a Citrosuco, em 2017. Esta foi uma das primeiras empresas a adquirir soluções do portfólio SAP Leonardo como caminho para sua jornada de transformação digital, que compreende a inclusão de tecnologias inovadoras como Internet das Coisas (IoT), Machine Learning, Blockchain, Big Data, Análise de Dados e a plataforma para desenvolvimento de aplicações em nuvem SAP Cloud Platform.

Responsável por cerca de 25% do mercado global de suco de laranja, a companhia brasileira possui um plano de inovação ambicioso, que inclui a implantação de algumas soluções do portfólio SAP Leonardo, entre elas, Internet das Coisas e a SAP Vehicle Insights, para monitoramento inteligente de veículos, juntamente com a solução de gestão em tempo real SAP S/4HANA e o conjunto completo da suíte SAP Supply Chain. A combinação de tudo isso permite à Citrosuco melhor planejamento baseado na demanda e aumento da capacidade de conectar fazendas a unidades de fabricação, para um processo orquestrado que também otimize a logística de transporte em todo o mundo. A empresa também adquiriu as aplicações em nuvem para gerenciar, respectivamente, seus processos de procurement, recursos humanos, engajamento com clientes e a força de trabalho terceirizada.

Destaques também para o programa de transformação digital “Aprimora+ Digital”, da Usina São João, que, aos 75 anos, a empresa do setor sucroenergético está investindo para incrementar o uso de tecnologias e levar inovação aos seus processos de negócio, com infraestrutura e atualização do SAP ERP até a inovação tecnológica; e para a aceleração da transformação digital da Embrapa com SAP S/4HANA, ERP inteligente usado como plataforma para as áreas administrativas da empresa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here