FS Bioenergia lança pedra fundamental de usina de etanol de milho

Em 7 de novembro de 2018, aconteceu o lançamento da pedra fundamental da segunda planta de produção de 100% do milho, da FS Bioenergia. Anunciada no início do ano, a nova planta teve a fase de licenciamento finalizada e está projetada para produzir 530 milhões de litros de etanol por ano. Localizada em Sorriso, Mato Grosso, a unidade receberá investimento de R$ 1 bilhão, gerará mais de 1.500 empregos diretos e indiretos, e deve entrar em produção em 2020.

Esta segunda unidade da FS Bioenergia tem localização estratégica em cidade reconhecida como a capital brasileira do agronegócio, é a maior produtora de soja e milho do Brasil e o 5º maior criador de peixes no Brasil. Está entre os 30 maiores exportadores do país e é a 5ª economia do Mato Grosso. “A região de Sorriso e o Estado do Mato Grosso, como um todo, são extremamente importantes e estratégicos para a empresa. Estar próximo desses produtores de Sorriso nos dará ainda mais insumo para inovar e continuar produzindo com a qualidade que buscamos. Além disso, queremos ser a oportunidade de compra de milho e biomassa confiável e de qualidade para esses produtores”, afirma Henrique Ubrig, CEO da FS Bioenergia.

Com uma área maior do que primeira planta de etanol produzido exclusivamente do milho do Brasil, em Lucas do Rio Verde, a usina ampliará a atuação da FS no estado do Mato Grosso e no Brasil, produzindo mais etanol, DDGS (concentrado proteico) e energia. Com capacidade de armazenar 400 mil toneladas de milho, a previsão é que sejam utilizadas 1.,2 milhão de toneladas do grão por ano para uma produção anual de 340 mil toneladas de farelo de milho e 17 mil toneladas de óleo de milho.

Considerando as duas usinas combinadas (Lucas do Rio Verde e Sorriso), a FS Bioenergia terá capacidade de produção de 1,06 bilhão de litros de etanol, 680 mil toneladas de farelo de milho e 34 mil toneladas de óleo de milho por ano. Além disso, terá uma capacidade prevista de cogeração de energia de 160 mil MWh por ano (suficiente para abastecer uma cidade de cerca de 70 mil habitantes), via usina de biomassa que utilizará eucaliptos de uma floresta de 30 mil hectares.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here