Tag: geada

Blokchain, prejuízos na lavoura e evento focado em drones

A apresentação dos destaque GestAgro 360° é da jornalista Katia Penteado - editora e idealizadora do portal que dá um giro pelo universo agro.

Consultor orienta sobre prejuízos na lavoura resultantes de baixas temperaturas e...

Em casos como estes, o impacto pode ser sentido, inclusive, em âmbito internacional, já que o Brasil é um dos maiores exportadores de café. Douglas Duek, CEO da Quist Investimentos, dá algumas orientações.

Seguro rural protege a produção agrícola quando clima prejudica

Para o produtor rural, pensar cada vez mais sobre o assunto se torna fundamental, assim como vencer o desafio de incorporar o custo do seguro rural na produção, deixando de estar exposto a riscos e perdas. Os problemas atinge, também, os financiadores do agro. O caminho cada vez mais usual vem sendo a inclusão de tecnologia, como a disponibilizada por empresas como a Terra Magna.

Nutrição do cafeeiro e seguro do cafezal contra perdas por geadas...

A coluna deste portal no Café em foco de 6 de agosto de 2021 enfocou o lançamento do NutriDuo pela ICL e o seguro desenvolvido pela Fairfax, que cobre perdas por geadas e granizo e indeniza de acordo com o valor de produção.

Café ganha seguro contra perdas por geadas e granizo

A apólice vai indenizar de acordo com o valor de produção, assegurando a safra corrente e safra futura de café, considerando a bienalidade da cafeicultura, O produto, desenvolvido pela Fairfax, contou com a validação de técnicos e de cafeicultores associados a diversas cooperativas.

Crescimento da Nutrição Vegetal: tema de coluna

A repercussão das geadas na região e como os Cafeicultorores estão se organizando foram as principais matérias do programa Café em foco de 30 de julho. O GestAgro 360°, em coluna apresentada pela jornalista Katia Penteado, falou sobre o crescimento do uso de fertilizantes especiais que, em 2020, registrou faturamento 41,8% superior ao do ano anterior e também elevou o investimento em Pesquisa & Desenvolvimento.

Manejo fisiológico evita perdas por conta dos efeitos do frio e...

Como seres vivos que são, as plantas, nas épocas de outono e inverno, especialmente na região Centro-Sul do Brasil, sofrem com friagens intensas e possibilidade de geadas passíveis de comprometer todo o metabolismo das plantas. De acordo com Rodrigo Repke, coordenador técnico da Microquimica Tradecorp, a adoção de práticas de manejo fisiológico pode contribuir na redução das perdas decorrentes das baixas temperaturas.