Biofertilizantes e Biodefensivos

Defensivos biológicos para combate a ácaros e nematoides são reconhecidos pelo Mapa

No dia 3 de abril[ de 2020, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) publicou o registro de 46 defensivos agrícolas, sendo 44 genéricos e dois defensivos biológicos inéditos: um à base de extrato de alho, que poderá ser usado para o controle de nematoides (pragas de solo que atacam as raízes das plantas), e o outro, do ácaro Amblysuius tamatavensis, que controla a mosca-branca, praga que ataca batata, tomate e feijão, entre outras culturas

ENTREVISTA – Manejo integrado de pragas e controle biológico contribuem para aumento da rentabilidade...

O mercado agrícola por defensivos biológicos cresce de modo significativo devido aos benefícios que proporciona, vinculados à sustentabilidade, tornando a agricultura brasileira ainda mais saudável e em harmonia com a natureza.

ESPECIAL – Mercado brasileiro de defensivos agrícolas no ano de 2019: Sindiveg divulga primeiras...

Os recordes brasileiros no agronegócio - principalmente na produção de grãos, que mais uma vez deverá ser a maior da história, superando 251 milhões de toneladas - resulta de investimento e esforços de vários setores, que contribuem para que o agricultor melhor controle as pragas, doenças e ervas daninhas, assim como registre aumento da produtividade, reduza custos da produção e fortaleça sua competitividade internacional.
video

Tirando dúvidas sobre biofertilizantes: novo vídeo da Abisolo

A Abisolo – Associação Brasileira das Indústrias de Tecnologia em Nutrição Vegetal acaba de lançar uma campanha para explicar o que são os biofertilizantes e quais são as suas propriedades, características e funções. O vídeo faz parte da Academia Abisolo, projeto da entidade que tem como objetivo disseminar o papel dos fertilizantes especiais para melhoria da produção agrícola brasileira.

Mais Notícias

Eventos