Aumento das vendas e do faturamento de quase 100% em dois anos é o resultado apontado por Érico Kolya com sua propriedade em Cabreúva (SP), o Pé do Morro – fundado em 2016, no alto da Serra do Japi, direcionada à produção sustentável de queijos, vinhos, azeites, pães, manteiga, café e geleias -, com o serviço de banda larga via satélite da Hughes do Brasil, uma subsidiária da Hughes Network Systems LCC.

A necessidade de conectividade foi gerada pelo desenvolvimento da produção como requisito indispensável para que a iniciativa decolasse de vez como negócio. “A dificuldade de conexão sempre foi um problema generalizado no meio rural, por isso é muito satisfatório ver essa realidade mudar para muitos produtores, assim como mudou para mim”, afirma Kolya, frisando que desde a fundação do Pé do Morro, em 2016, “ficamos reféns da conexão 3G pelo celular. Imagine enfrentar essa limitação para tocar toda parte de comunicação, área fiscal, reuniões e tudo mais que envolve o planejamento de uma empresa”, completa.

“A HughesNet conferiu agilidade ao planejamento do negócio, dando condições ao Pé do Morro para ampliar a produção e crescer”, reforça, ao falar sobre a troca da “instabilidade e o elevado custo dos pacotes de dados pela internet via satélite e eliminou as apressadas e imprevisíveis idas à cidade quando precisava se conectar à rede..

No período mais crítico da pandemia do novo coronavírus, quando precisou interromper as vendas presenciais no sítio aos finais de semana, foi na internet da Hughes que Kolya descobriu novas possibilidades para divulgar o Pé do Morro e continuar ativo. Começou a organizar lives nas redes sociais acompanhado por outros produtores e especialistas em alimentação natural. Para completar, participou do Degustando o Caminho, evento virtual de degustação e harmonização de queijos. “Mesmo distantes, a internet via satélite da Hughes nos permite levar o sabor e a história dos nossos produtos para a casa das pessoas”, conta o produtor.

Atualmente já é possível encontrar os queijos artesanais criados por Kolya e outros produtos do Pé do Morro em estabelecimentos de São Paulo e outros seis Estados. Mas o empreendedor pretende ir além e estabelecer uma identidade de aproximação com o público consumidor de maneira cada vez mais natural, didática e sustentável, seja presencialmente ou pela internet.