Verão favorece surgimento de úlcera do úbere

Estefanofilariose. Esse é o nome de enfermidade conhecida popularmente como úlcera do úbere e que atinge principalmente bovinos leiteiros, responsável por causar grandes prejuízos para produtores de leite de todo o Brasil. A doença tem maior incidência nos períodos chuvosos e quentes do ano, e é causada por vermes redondos do gênero Stephanofilaria spp, que podem ser transmitidos aos animais a partir da picada de insetos, em especial, pela mosca-do-chifre.

As feridas causam grande desconforto aos animais, diminuindo a produtividade e comprometendo a qualidade do leite. Se não tratado corretamente, o problema pode evoluir para infecções secundárias, como mastite.

“A maior parte dos casos acontece de outubro e março, coincidindo com o pico da primavera e o verão. Há maior prevalência da doença em vacas – por isso, ela é conhecida popularmente como úlcera de lactação ou ferida do úbere”, explica a gerente de linha de produtos para pecuária leiteira da Ceva Saúde Animal, Beatriz Ortolani, frisando que “há apenas um medicamento com indicação em bula contra essa doença no mercado brasileiro, chancelado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento com comprovada eficácia contra a estefanofilariose: Eprecis, da Ceva, que tem carência zero para o leite e pode ser usado para todas as categorias de animais, inclusive em fêmeas em gestação”, complementa a gerente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here