Produtores de cacau da Bahia e do Espírito Santo são foco de programa de suporte técnico e de verificação própria

Padrão NCP é o nome de um novo formato de suporte técnico e de verificação própria de produtores de cacau desenvolvido pela Nestlé em conjunto com a Barry Callebaut, empresa belga centenária, fabricante de chocolate. Parte de seu programa global Nestlé Cocoa Plan, a iniciativa começa atendendo 107 produtores na Bahia e no Espírito Santo  sendo 98 propriedades rurais só em território baiano  e tem como objetivo incentivar boas práticas na produção da matéria prima, por meio de quesitos como aumento da qualidade, sustentabilidade do plantio, adequação à normas técnicas e trabalhistas, entre outros. 

Para se adequarem ao Padrão NCP, os participantes recebem visitas anuais de técnicos agrícolas, que verificam o atendimento aos critérios e fornecem orientações sobre como se adaptarem a esses quesitos e estimular boas práticas produtivas. Eles também passam por verificações em grupo realizada por auditoria externa.

Também fazem parte do programa outras iniciativas, como a realização de eventos técnicos e de capacitação nas regiões onde atua com o Cocoa Plan. Entre outubro e novembro, a companhia realizará três encontros no formato “Dia de Campo” na Bahia e um no Espirito Santo, voltados para técnicos, produtores e estudantes, com foco em manejo nutricional, poda e sustentabilidade na produção de cacau.

Desde 2017, em parceria com a empresa RR Agroflorestal e algumas fazendas, a companhia mantém, ainda, nove áreas demonstrativas, em que realiza testes e experimentos para aprimorar a utilização de fertilizantes, com o objetivo de aumentar a produtividade em lavouras de cacau. Os resultados preliminares desses testes já estão sendo divulgados em eventos técnicos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here