Embratel amplia IPSAT e facilita acesso à banda larga em localidades sem infraestrutura

A Embratel anunciou a ampliação do IPSAT, serviço de Banda Larga disponibilizado a partir do satélite Star One D1, que disponibiliza a Banda Ka e possibilita que empresas de diversos tamanhos e segmentos instaladas em localidades com pouca ou nenhuma infraestrutura de telecomunicações tenham acesso à Internet Banda Larga de qualidade, com velocidades e preços ainda mais atrativos.

A solução permite conexão à Internet Banda Larga de qualidade em diversas localidades em todo o Brasil. Entre as velocidades comercializadas estão 20 Mbps (download) com 4 Mbps (upload) ou 25 Mbps (download) com 4 Mbps (upload). Também é possível contratar um IP Fixo, permitindo configurações de acesso reverso à rede do cliente.

“A nova solução ajuda na maturidade digital a empresas de menor porte localizadas em regiões distantes dos grandes centros,  com Internet segura e de qualidade, a base para a digitalização dos negócios”, afirma Gustavo Silbert, diretor Executivo da Embratel Star One.

O novo IPSAT com Banda Ka amplia as possibilidades de acesso à Internet em alta velocidade para empresas, mesmo sem a existência de infraestrutura terrestre de telecomunicações na região, além de permitir a formação de rede VPN segura por meio de protocolo IPSec. A oferta também atende com eficiência as aplicações em Internet das Coisas (IoT), que poderão usar as estações IPSat como pontos concentradores.

O IPSAT, também pode ser utilizado como backup de conexões de dados existentes, garantindo a disponibilidade e a confiabilidade dos negócios. A empresa acredita que exista uma demanda reprimida que pode ser atendida com a solução, inclusive em regiões do agronegócio, muito representativa para a economia do Brasil.

A Embratel comenta que está na liderança da oferta de soluções via satélite, e que o Star One D1, o maior satélite já lançado pela empresa e que ocupa a posição orbital de 84° W, está equipado com Banda Ka (300 transponders equivalentes de 36MHz), Banda C (28 transponders) e Banda Ku (24 transponders). O Star One D1 atende atuais e novos clientes nas áreas de vídeo (broadcasters), dados e voz. Essa infraestrutura garante disponibilidade de sinais de voz, TV, rádio e dados, expande backhaul de telefonia celular e amplia a oferta de serviços de transmissão de vídeos, aplicações corporativas, além de Internet e telefonia para localidades remotas, no Brasil, México e nas Américas do Sul e Central.

O Star One D1 é operado a partir do mais moderno centro de controles de satélites da região latino-americana, localizado em Guaratiba (RJ), gerenciado pelos melhores engenheiros e especialistas dessa área. O Teleporto de Guaratiba tem um dos maiores parques de antenas da América Latina e tecnologias para uso por empresas dos mais diversos setores e por órgãos do governo. O processo de controle de satélites da empresa recebeu o certificado ISO 9001:2000, certificação que posiciona a companhia como uma das mais confiáveis do planeta devido à qualidade de seus sistemas e sua equipe altamente capacitada.

Além de contar com um satélite de ponta para a oferta, a Embratel disponibiliza ainda todos os equipamentos e oferece serviços de assistência técnica disponíveis 24 horas por dia, 7 dias por semana.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here