Compatibilidade robótica: novo indicador é focado em ordenha robotizada

Um indicador que direciona corretamente o melhoramento genético do rebanho de produtores que já usam ou pretendem utilizar a ordenha robotizada, levando em conta características tais como comprimento e colocação do teto, maior resistência à mastite, entre outros aspectos que fazem diferença na rentabilidade da indústria do leite. Trata-se do  Índice de Compatibilidade Robótica (RC$), de exclusividade dos touros da bateria Genex, lançado no Catálogo Leite Europeu 2019, que traz as informações de provas atualizadas dos touros criteriosamente selecionados, oriundos dos mais respeitados programas genéticos dos EUA.

Para o gerente de produto leite da GENEX, Bruno Scarpa Nilo, o Índice de Compatibilidade Robótica (RC$) chega ao mercado se antevendo a uma tendência futura de evolução das fazendas produtoras de leite. “O fator mão de obra em fazendas de leite tem sido um gargalo na sua evolução e até mesmo na implantação de novos projetos. Com a ordenha robotizada conseguimos ter uma maior independência e facilidade da rotina diária. O Índice de Compatibilidade Robótica RC$ seleciona touros que irão produzir filhas que se enquadram perfeitamente para esse sistema, consequentemente, trazendo mais retorno financeiro, menor descarte de vacas, mais saúde e resistência à mastite. Com certeza é o futuro de muitos rebanhos nacionais trabalhar com um robô realizando a ordenha diária das vacas”.

O catálogo traz ainda informações como o Índice da Vaca Ideal (ICC$) para os gados Jersey e Holandês. É uma ferramenta para o ranqueamento de touros da raça e é baseado em indicadores econômicos em tempo real e princípios científicos para atender às demandas dos produtores com o objetivo de alcançar a vaca ideal. Para Jersey os subíndices são Rendimento Queijo (ChMAX$), Fertilidade (FERT$) e Sustentabilidade (SUST$); e para o Holandês os subíndices são Saúde (HLTH$), Fertilidade e Fitness (FYFT$), Habilidade de Parto (CABL$), Eficiência de Produção (PREF$) e Habilidade de Ordenha (MABL$).

Outra importante ferramenta desenvolvida pela GENEX para ajudar o pecuarista a captar e mensurar os índices e outros dados técnicos foi o MilkCheck. O programa ajuda o pecuarista na exata e rápida captação de acontecimentos rotineiros em rebanhos de produção de leite, já que vários celulares podem ser vinculados à mesma fazenda e todos trabalham como fornecedores de eventos para abastecer dados zootécnicos do rebanho, gerando índices e apontamentos. Segundo Scarpa Nilo, a gestão de dados é primordial para o sucesso de qualquer projeto e o MilkCheck traz essa solução e apoio ao produtor, de maneira simples, prática, cooperativa e mútua de gestão. “Com certeza esse é o caminho que produtores de leite precisarão percorrer, tecnificar e mensurar os índices que o rebanho tem”, detalha Scarpa Nilo.

Realidade aumentada – Outra novidade do Catálogo é a Realidade Aumentada, inserida na capa e no conteúdo. A tecnologia une o mundo real com o virtual e, pra ser acessada, basta baixar o aplicativo Zappar no smartphone, apontar para o símbolo que está no canto inferior esquerdo da capa e assistir ao vídeo.

A versão digital do catálogo Leite Europeu 2019 pode ser baixada gratuitamente no site http://www.genexbrasil.com.br/catalogos-digitais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here